O ESPORTE DE ASSU E REGIÃO, OBRIGADO PELA VISITA

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Assu Open promete entrar na história do Futsal Potiguar

Lucílio Filho, promotor do Assu Open
A cidade de Assú está pronta para receber um evento de futsal que promete entrar para história. Na próxima segunda-feira (6), larga o tão esperado Assú Open de Futsal, que já nasce grande e promete ser o maior evento de futsal do Rio Grande do Norte.
Serão duas semanas de bola rolando no Ginásio Arnóbio Abreu e para garantir uma festa brilhante a Tatutom Sports, gestora do evento, cuida de todos os detalhes. Um placar eletrônico foi conseguido, através da parceria com a Confederação Brasileira de Futsal, via Federação Norte-riograndense de Futsal (FNFS). Assim como foram contratados os principais árbitros do RN, também através da parceria com a FNFS.
A rede de proteção também será das melhores. O investimento de 10.000 reais, feito pela Tatutom, garante ao público total segurança para o público presente nos jogos. A rede é semelhante a de eventos internacionais de futsal.
Com isso, o idealizador do evento, Lucílio Filho, está otimista e garante que o Assú Open será um evento inesquecível. “Nos preocupamos com cada detalhe, para fazer um evento realmente grande. As principais empresas de Assú estão apoiando a competição, seja diretamente ou com o patrocínio a alguma equipe. Por isso, estamos muito motivados para fazer um grande evento”, disse Lucílio.
Para garantir a visibilidade do evento, o Assú Open contratou a empresa Jogando Sports – Comunicação e Marketing Esportivo, além disso, vai contar com a transmissão da Rádio Princesa do Vale em todos os jogos e da TV União na final do campeonato. Além disso, emissoras de televisão como a TCM e a Band Natal vão cobrir o evento.
Equipes
A premiação total de 9,5 mil reais tem motivado as equipes para fazer boas contratações. A expectativa é que o Assú Open de Futsal receba boa parte dos principais jogadores da Região Nordeste. Craques que fizeram história em equipes como Sumov, Horizonte e ABC/Art&C estão confirmados no evento.
Os cinco times de Assú são os que prometem investir mais para a disputa do evento, já que os donos da casa não querem deixar os visitantes fazer a festa no Ginásio Arnóbio Abreu. Além disso, eles são beneficiados por não precisarem de custos extras, como translado e hospedagem.
A Seleção da Várzea/Cleiltur contratou o grande ídolo do esporte assuense. O atacante Marcelo Assuense volta às origens, depois de quase uma década dedicada somente ao futebol, ele aceitou o convite de jogar o Assú Open. “Estava meio afastado do futsal, mas já estou treinando para fazer bonito”, disse o atleta, que atua como ala no futsal.
E não será por falta de bons companheiros que Marcelo deixará de apresentar um bom desempenho, pois a sua equipe terá craques como o goleiro Matheus, os fixos Léo Rummenigue e Preto, e o ala Anderson, que foram campeões da Liga do Nordeste pelo ABC/Art&C. Assim como o time terá outros atletas rodados no futsal, como Biro-biro, Almir, Gildemário, Serginho e Adolfo.
Depois de ficar no quase em três competições, o Cruzeiro de Assú vai investir pesado, para conquistar o título mais esperado do ano. O time contratou o pivô Wendel, artilheiro do Campeonato Cearense, e o goleiro João Glauber, que está participando da Taça Brasil pelo Horizonte-CE e foi eleito como melhor goleiro da temporada cearense.
O campeão assuense de futsal, Prisiaca/Cal Mossoró, também está buscando fortalecer a equipe. O grande reforço é o fixo Neto Caraúbas, jogador que defendeu tanto o ABC/Art&C, como o Sumov-CE. Já o Real Juventude, também de Assú, vem com um time repleto de garotos, mas não quer dá moleza aos seus adversários, já que os meninos querem aproveitar a oportunidade de aparecer no cenário estadual. Outro time recheado de garotos é o Najas/Atacadão Vieira, que foi semifinalista no Campeonato Municipal de Assú e agora promete dar mais trabalho ainda.
E não são apenas as equipes de Assú, que irão encontrar rivais no evento. A dupla mossoroense Potiguar e Baraúnas estão loucas para se enfrentar no Ginásio Arnóbio Abreu. O Potiguar/F. Souto tem em seu elenco jogadores como Fábio Bezouro e Danilo, que defenderam os dois times de Mossoró no futebol de campo.
O Tricolor alimentou ainda mais a rivalidade ao contratar o principal jogador do Alvirrubro na Copa Sesi/TCM. O pivô Tibério já vem treinando no Baraúnas e promete fazer muitos gols com a camisa do Leão. Outro ex-jogador do Potiguar também vai defender o Barú. Trata-se do ala Paulinho, que tem contrato com o Potiguar no futebol de campo, mas preferiu defender o Leão no futsal. Além desses jogadores e, outros destaques locais, o Barú conta com um quarteto cearense de respeito. Vindos de Limoeiro do Norte, Piliu, Marconildo, Dedé e Domar querem o título.
Além do Potiguar, o Baraúnas terá outro rival no Assú Open. Isso porque os quatro cearenses do Tricolor conhecem de perto um dos adversários do confronto. O Limoeiro/Casa do Cimento vai estar em quadra com os atletas do município cearense que não foram contratados pelo Leão. Esse time é composto pela base da equipe que foi campeã cearense intermunicipal.
Outra equipe bastante esperada no Assú Open é o time de Macau. Isso porque o Tubarão vem participando da Taça Brasil de Futsal, contra clubes como Malwee (time de Falcão), Corinthians e Carlos Barbosa-RS. Com isso, será uma das grandes atrações do evento.
As outras três equipes participantes estão apostando nos talentos de casa. São Rafael, Ipanguaçú e Pendências montaram selecionados municipais e prometem dar trabalho aos seus adversários.

Carlos Guerra Júnior

Nenhum comentário:

Postar um comentário