O ESPORTE DE ASSU E REGIÃO, OBRIGADO PELA VISITA

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Jornalista lança livro com destaques do futebol potiguar

O jornalista uruguaio Dionisio Outeda, radicado em Natal desde 1988, lança no próximo dia 7 de junho o "Almanaque da Redonda: xerifes, gênios e artilheiros", em que conta a história de 64 jogadores que são destaques do futebol potiguar de 1990 até 2018. Essa será a segunda edição do livro, que teve a sua primeira publicada no ano de 2014, com a temática da Copa do Mundo em Natal. O jornalista produz o material desde setembro do ano passado e traz um trabalho com um recorte dos últimos 28 anos do futebol potiguar, uma forma de tentar aproximar a produção de um cenário mais atual. - A ideia é ter esse recorte de tempo e trazer algo mais contemporâneo. Sempre há produções com históricos mais profundos, com craques das décadas mais distantes, mas eu acho que é um pouco distante dos torcedores contemporâneos, que às vezes nem viram esses jogadores em campo. Então, procurei algo próximo do perfil do cara que vai ao estádio hoje - avalia. 
O almanaque também destaca atletas oriundos de outras regiões do país que marcaram época nos times do estado, assim como potiguares que nunca jogaram em nenhuma equipe profissional do Rio Grande do Norte e brilharam pelo mundo. Esses são os casos do meia Matuzalém, por exemplo, que defendeu gigantes italianos como Napoli e Lazio, e Márcio Mossoró, destaque do Paulista no título da Copa do Brasil de 2005. A história de Matuzalém, inclusive, é um dos casos que mais chamaram a atenção do jornalista, que lembra ainda do momento vivido pelo atacante Barata quando atuou na Espanha, com as camisas de Mérida e Tenerife, e Portugal, onde defendeu o Braga. - Duas coisas me chamaram a atenção. Barata marcou 104 gols nas temporadas em que jogou na Europa. Incrível. Ele teve média de 18 gols por temporada. Eu fui bater os números com ele e ele dizia: 'É isso mesmo'. Outra coisa é o tempo que o Matuzalém ficou fora, jogando por clubes da Itália, Espanha. Um menino que surgiu cedo na zona Norte de Natal. É algo impressionante - destaca. Pela capa, já é possível perceber alguns dos nomes que compõem o livro, como os dos zagueiros Carlos Mota e Ben-Hur, dos meias Souza e Rodriguinho e dos atacantes Helinho e Leandrão. Dionisio Outeda trabalha como jornalista desde 1994 no Rio Grande do Norte. Passou por jornais impressos da capital potiguar e há mais de 10 anos trabalha em rádios. Neste período, vivenciou outro fenômeno que é relatado no livro: o número de atletas que já defenderam, com destaque, as cores de ABC e América-RN. - Já percebeu quantos jogadores que brilharam nos dois clubes neste período? Cascata, Leonardo, Jorge Pinheiro, Ricardo Oliveira. O atacante Leonardo tinha sido campeão do Nordeste com o América-RN e depois ainda fez parte do tetracampeonato estadual do ABC - lembra. Para o trabalho, o jornalista contou com o apoio dos dados do pesquisador de futebol potiguar, Marcos Trindade, do redator Fábio Pacheco. A publicação ainda terá edição fotográfica de Frankie Marcone. O almanaque também conta com um resumo dos campeonatos estaduais de 1990 até 2018. O lançamento do "Almanaque da Redonda: xerifes, gênios e artilheiros" acontece no próximo dia 7, na AABB, às 19h. O livro custará R$ 50. 
Por Leonardo Erys, Natal 

Nenhum comentário:

Postar um comentário