O ESPORTE DE ASSU E REGIÃO, OBRIGADO PELA VISITA

sábado, 13 de novembro de 2010

Centenário de Parelhas goleia o América-B pela Segundona

Azulão do Seridó goleou o Alvirrubro pelo placar de 4 a 1 e revelação local marcou dois gols
Renildo dois gols na vitória do Centenário

“O segredo foi motivar os jogadores”. A frase do diretor Marcos Nascimento explica porque o Centenário de Parelhas conseguiu uma goleada por 4 a 1 sobre o América-B pela neste sábado (13) pela Segundona Potiguar. Após três derrotas, o time descartou dispensar jogadores e ainda reforçou o elenco. Com isso, o time goleou, com gols marcados pelos atacantes Renildo (2), Didi Potiguar e o volante Odair.
O Centenário entrou em campo com um ritmo muito forte e manteve a pegada desde o início do jogo. Aos nove minutos, o volante Odair já marcou o primeiro gol do Centenário, aproveitando uma bola rolada por Didi Potiguar e chutando forte na entrada da área. O gol empolgou a torcida, tanto pela sua importância, como pela beleza do chute de Odair.
A pegada do Azulão do Seridó continuou forte e o jovem Renildo, revelação da base do Centenário, mostrou personalidade e marcou o segundo gol da equipe de Parelhas.
O time seridoense foi para o segundo tempo querendo ampliar a vantagem. Por outro lado, o América tentava mostrar sua força, mas ficou sem reação, após ver o atacante Didi Potiguar marcar o terceiro do Azulão já nos primeiros minutos da etapa. Logo em seguida, o zagueiro Thiago descontou para o Alvirrubro.
A motivação e empenho dos atletas do Azulão realmente deram a tônica do jogo e o Centenário de Parelhas ampliou a vantagem, marcando 4 a 1, novamente com o atacante Renildo.
A vitória do Centenário garantiu a festa em Parelhas durante todo o feriadão. E o diretor Marcos Nascimento se sente realizado porque o trabalho de motivação feito no dia-dia dos treinamentos resultou em vitória.
“Estamos fazendo futebol profissional pelo primeiro ano. Mas sabemos que existe um item que é importante para o sucesso em qualquer setor: a motivação dos profissionais. Temos que sempre acreditar naquelas pessoas que trabalham com a gente”, salientou o diretor.
O Centenário entrou em campo com: Índio; Thiago Santanense, Hugo, Roquete e Edinho (Edmar Júnior); Odair, Petinha (Rugginho) e Ulânio (Elissandro); Renildo, Didi Potiguar e Daivison.
Carlos Guerra Júnior

2 comentários:

  1. AS cores do Centenário são o Azul e o Branco, desde a sua fundação entre os anos 60/70.

    portanto a equipe é Alvi Azul e não Alvi Negra, como foi dito.

    ResponderExcluir
  2. Bem observado e feito a correção aqui no Blog, já que o texto original veio da assessoria de imprensa. Obrigado e saudações esportivas.

    ResponderExcluir