O ESPORTE DE ASSU E REGIÃO, OBRIGADO PELA VISITA

quarta-feira, 4 de março de 2015

Técnico do América-RN lamenta revés e enaltece eficiência do Vitória

"Perdemos o jogo pela eficiência do Vitória". Esta foi a frase mais repetida pelo técnico do América-RN, Roberto Fernandes, pós a derrota por 3 a 1, na noite desta quarta-feira. O comandante alvirrubro lembrou que o adversário aproveitou cobrança de falta idêntica no final do jogo, garantindo o triunfo. O resultado adverso fez com que o time potiguar perdesse a liderança do Grupo A da Copa do Nordeste para os baianos. Perdemos para a eficiência do Vitória, e talvez por uma melhor qualidade técnica do adversário. Fizemos um jogo igual. Tivemos mais posse de bola, finalizamos mais. No final do jogo, tivemos uma falta a nosso favor (Zé Antônio Potiguar cobrou na barreira) e não fomos eficazes nela, nossa comissão técnica falava que o resultado era injusto. O Vitória saiu para o ataque e teve uma falta exatamente igual, do lado contrário. Neto Baiano foi lá e mostrou como se faz - declarou.
Roberto Fernandes - técnico do América-RN (Foto: Fabiano de Oliveira) 
Roberto Fernandes lamenta revés do América-RN
em casa (Foto: Fabiano de Oliveira)
Com seis desfalques, Roberto armou o América com quatro zagueiros - Edson Rocha e Cléber centralizados; Flávio Boaventura na direita; e Zé Antônio Potiguar na esquerda. Indagado sobre o esquema, o treinador foi direto: O que eu podia fazer diferente? O resultado é uma coisa, e jogo é outra. Não me arrependo de absolutamente nada. Em nenhum momento o Vitória foi mais merecedor do resultado do que o América. O time fez um bom jogo, buscou o resultado positivo. Não vou falar de injustiça porque no futebol não tem justiça. Futebol é resultado. Mesmo com seis desfalques, a gente perdeu o jogo no mérito de Neto Baiano - contou. Sobre o terceiro gol, o treinador rubro lembra que autorizou a ida do goleiro Busatto para a área e que, realmente, era o "tudo ou nada". Claro que autorizei. Todo mundo estava na área. O Thiago Potiguar podia ter cruzado. Ele foi driblar e perdeu a bola. Naquele momento, 2 a 1 ou 3 a 1 não fazia diferença nenhuma - disse.  Com seis pontos, na segunda posição do Grupo A, Roberto Fernandes acredita que a vaga da chave será do Vitória. Com esse resultado, só com um aborto ele (Vitória) não termina em primeiro lugar, até pelos jogos que vai fazer. Vamos brigar pelo segundo lugar, ou então o primeiro vai cair no colo se o Vitória vacilar. Mas o o Vitória ficar em primeiro já era uma previsão. Vamos lutar para estar entre os três melhores segundos no geral - planejou.
Por Natal

Nenhum comentário:

Postar um comentário