O ESPORTE DE ASSU E REGIÃO, OBRIGADO PELA VISITA

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Salário alto faz Potiguar desistir do volante Fausto

Acabou sem acordo o namoro entre o Potiguar e o volante Fausto. O jogador apresentou uma proposta salarial considerada fora da realidade pela diretoria do Time Macho e as negociações foram dadas por encerradas.  O presidente Benjamin Machado informou que Fausto pediu um salário mensal no valor de R$ 10 mil. "Está totalmente fora das condições financeiras do Potiguar. Ele (Fausto) não vem", declarou o diretor.  Nem mesmo com a participação de abnegados no pagamento do salário do jogador foi possível evoluir nas negociações.  Fausto foi campeão estadual pelo Baraúnas em 2006, sendo considerado um dos destaques do time tricolor.  Sua contratação atendia os anseios do técnico alvirrubro Fábio Giuntini, que ainda espera por um primeiro volante para jogar em frente à área defensiva. "Pretendo jogar com um volante de forte marcação e mais um ou dois de saída de bola", já adiantou o técnico do Potiguar. Sem Fausto, Benjamin disse que a busca pelo "cabeça de área" continua. "Estamos vendo outros nomes, outras possibilidades", observou, complementando que existem contatos com outros jogadores da posição, mas sem revelar nomes.  Sem novidades, a comissão técnica deu continuidade à preparação para a próxima temporada nesta quinta-feira, 8, com atividades em dois períodos, que incluem passagens pela academia e pelos campos do Hotel Thermas e da Ufersa. Hoje, a programação inclui um treino físico pela manhã na praia, no município de Tibau, e um treino técnico-tático à tarde no Estádio Nogueirão. O volante Rafael Matos está sendo aguardado nesta sexta-feira.
Ribinha se apresenta ao Leão prometendo briga pela Série D
O meia-atacante Ribinha enfim se apresentou à comissão técnica do Baraúnas na tarde de ontem, 8, e participou da atividade física realizada na Toca do Leão. O jogador chegou a Mossoró na quarta-feira, mas antes de se apresentar precisou se acomodar na cidade. Aos 28 anos, Ribinha teve como último clube o Icasa de Juazeiro do Norte/CE, clube pelo qual disputou oito jogos da Série B do Campeonato Brasileiro. "Fiquei no Icasa até a saída do técnico Dado Cavalcanti e a contração de Márcio Bittecourt, que não me deu mais chances", contou o jogador. Indicado pelo técnico Francisco Diá, Ribinha demonstrou um discurso afiado como o comandante. "Nosso objetivo inicial será a conquista da vaga na Série D", disse, a exemplo do que vem pregando o treinador.  Ribinha afirmou que não escolhe posição para atuar e que vai ficar à disposição do técnico para a função que ele achar melhor. "Gosto de jogar tanto no meio quanto no ataque. Vou esperar pela escolha do treinador", reiterou. Diá não adiantou em que "lugar" vai colocar o jogador, mas demonstrou satisfação em poder contar com ele. "Vou procurar encaixar Ribinha da melhor forma possível no time. Independente da posição, ele vai nos ajudar muito", ressaltou. Hoje, o Baraúnas trabalha novamente em dois períodos na Toca do Leão.
Fonte: Jornal de Fato

Nenhum comentário:

Postar um comentário